Teaser: Um grito por elas

Um Grito por Elas  /   /  Por Equipe GEM

• 67% das mulheres universitárias no Brasil afirmam já ter sofrido algum tipo de violência (sexual, psicológica, moral ou física) no ambiente universitário

• 56% já sofreram assédio sexual

• 28% já sofreram violência sexual (estupro, tentativa de abuso enquanto sob efeito de álcool, ser tocada sem consentimento, ser forçada a beijar veterano)

Esses são os dados alarmantes de uma pesquisa realizada pelo Instituto Avon com universitárias brasileiras. Homens universitários também foram indagados sobre o tema e 35% deles não reconhecem que existe violência no ato de coagir uma mulher a participar de atividades degradantes. Para eles, essas ações violentas são consequências naturais de comportamentos da mulher ou brincadeiras sem intenção de ofender ou intimidar.

Já aconteceu com você? Quantos já te humilharam, assediaram, violentaram… Já aconteceu com Maria, Carla, Ana, Fátima e se aconteceu com uma, aconteceu com todas.

O GEM- Grupo de Pesquisa em Gênero e Mídia lança o projeto UM GRITO POR ELAS: MULHERES DA UFPB CONTRA A VIOLÊNCIA, uma plataforma de denúncia de assédios sofridos dentro do ambiente universitário.
Dia 27 de Julho, 8h, no Auditório do Aruanda, CCTA/ UFPB.

FAÇA DO SEU GRITO, O GRITO POR TODAS ELAS!

Relacionados

Em continuação a rodada de palestras sobre violência contra a mulher em todos os Centros e campi da...

Aconteceu na última terça-feira (20) o lançamento da campanha Um Grito por Elas no Centro de...

Acontece na próxima terça-feira (20), às 19h, no Centro de Ciências, Humanas, Letras e Artes...

Deixe um comentário